Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Âncora de papel

by Miguel Oliveira

Beije! Hoje é o Dia do beijo

13.04.19, Miguel Oliveira

Há dias para tudo, mas o dia de hoje não poderia ser ignorado. 13 de abril (ou 6 de julho) é o dia escolhido para celebrar o mais íntimo dos afetos. Celebra-se o Dia do beijo. 

Do latim basium, o ato de beijar presta-se a múltiplos significados, em diferentes contextos e ocasiões. Olhando os remotos tempos romanos, encontramos três tipos de beijos: o basium, trocado entre conhecidos; o osculum, dado apenas a amigos íntimos; e o suavium, o beijo dos amantes. Este último, o dos amantes, é o meu preferido!

Humedecidos, tocam-se os lábios. O corpo reage, a pele arrepia e o coração acelera. Vagarosamente, os olhos fecham-se, a alma flutua e o tempo pára. O cheiro do outro, daquele que é nosso, envolve-nos. O seu sabor, sabor de alguém que nos deseja, entra em nós e vicia-nos de imediato, numa troca que não tem fim. As mãos que agora parecem plumas, acariciam o corpo que está entregue ao outro. Estamos nas mãos dele, literalmente na boca do lobo, mas este é um jogo de igual para igual.

Beijamo-nos apaixonadamente para mostrarmos o nosso carinho, a nossa paixão, a nossa sensibilidade. Beijamo-nos intensamente porque é intenso o que nos une. Beijamo-nos avidamente porque tudo o que é bom acaba depressa e sabemos bem como queremos aproveitar cada milésimo de segundo. Beijamo-nos porque é na pele e no corpo um do outro que gostamos de estar. Beijamo-nos só porque sim, porque gostas, porque eu adoro, porque nos queremos. 

 

"Beijamos de olhos fechados porque as melhores coisas da vida não são para ser vistas, mas para serem sentidas."

comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.