Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Âncora de papel

by Miguel Oliveira

O hipocentro da mudança

04.09.18, Miguel Oliveira

"- Começa de novo.

- por onde?

- por dentro!"

 

Tão simples quanto isto. Seja no que for, começar sempre por dentro. É lá que estão todos os recursos, todas as forças, todas as linhas de socorro para qualquer emergência, todos os manuais de instruções, mesmo que julguemos que nada mais vinha na caixa.

Desconfio que dificilmente se conseguirá uma boa mudança, que prolongue os seus efeitos no tempo, sem olharmos para dentro de nós. Se todos os dias nos tornamos pessoas diferentes daquilo que éramos no dia anterior, pela força das circunstâncias e dos acontecimentos que vão surgindo nas nossas vidas, então todos os dias surgem novos dados dentro de nós. Por isso, é preciso que nos escutemos, que nos olhemos com olhos de ver e pensemos o que somos, onde estamos, o que queremos. Por maior que seja o medo, por mais tenebrosa que pareça a escuridão que nos invade, só assim se conseguirá um bom trabalho. 

Temos de olhar para nós, para olharmos por nós!