Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Âncora de papel

by Miguel Oliveira

Festinhas para homens de barba rija

06.06.19, Miguel Oliveira
Uso barba, mas sempre a aparei e desfiz em casa. Porém, e pela primeira vez, hoje tive oportunidade de ir a uma barbearia, daquelas barbearias modernas que se instalaram nas cidades.  Adorei o atendimento, a atenção e o trabalho. Foi, de facto, uma boa experiência. Mas não é sobre ela que quero falar.  Estava eu recostado na cadeira do barbeiro, já no fim do serviço, de cara tapada com uma toalha humedecida, quando o senhor que me estava a atender me coloca o after shave na (...)

Marcha sem Orgulho LGBTI

18.10.18, Miguel Oliveira
Este pode ser um tema delicado para ser falado e pensado a uma só voz, a minha, com uma visão redutora que um só ser humano aplica às coisas quando as encara sozinho. No entanto, é algo que me incomoda e que há muito penso sobre ele. Falo das intituladas Marchas de Orgulho LGBTI e aquilo que a elas está associado.  A sociedade diz-me, pelos rótulos que elabora e aplica, que eu sou um jovem adulto LGBTI, pessoa lésbica, gay, bissexual, transexual ou intersexo.  Antes de (...)

Vaidades

25.09.18, Miguel Oliveira
Comecei a minha vida profissional. À falta de um trabalho a tempo inteiro, inscrevi-me numa agência de trabalho temporário e tenho sido chamado para hotéis da zona onde resido. Num deles sou copeiro, pessoa responsável pela louça e limpeza/arrumação das cozinhas; noutro, tecnicamente sou empregado de manutenção, que mais não é do que andar a acartar móveis e materiais de uns pisos para os outros, assim como separar lixo e entulho das obras de requalificação que o hotel sofreu.  Sempre tive a ideia de que o trabalho não me assustava. Adoro dinheiro, adoro juntar e gastar dinheiro, por isso, sempre tive a ideia de que não haveria problema em trabalhar, fosse no que fosse, porque seria para mim, para as minhas poupanças e (...)